Segunda, 08 de Março de 2021
89 99408-9358
Saúde Medida

Idosos com mais de 90 anos estarão na próxima fase da vacinação contra a Covid no Piauí

Com as novas doses, será possível atingir 73% dos trabalhadores da saúde e vacinar 12.132 idosos com mais de 90 anos. O Ministério da Saúde optou por ampliar a população utilizando os critérios de riscos de agravamento, óbito pela Covid-19 e de vulnerabilidade social.

06/02/2021 11h24
Por: Vitor Carvalho Fonte: G1.globo.com
Idosos com mais de 90 anos estarão na próxima fase da vacinação contra a Covid no Piauí

 

Próxima fase da vacinação vai incluir idosos com mais de 90 anos no Piauí — Foto: Divulgação/Sesapi

A Secretaria de Estado da Piauí (Sesapi) informou nesta sexta-feira (5) que vai ampliar o público alvo a ser vacinado no estado. Desta vez, serão incluídos os idosos com 90 anos de idade ou mais. Ainda não há data definida, mas está prevista a chegada de mais 36.800 doses da vacina contra a Covid-19 da Sinovac/Butantan para os próximos dias.

Com as novas doses, será possível atingir 73% dos trabalhadores da saúde e vacinar 12.132 idosos com mais de 90 anos em todo o estado.

De acordo com a Sesapi, até o momento, mais de 40 mil trabalhadores da área da saúde foram contemplados, com a primeira dose das vacinas Sinovac/Butantan e Oxford/AstraZeneca.

Em Recife, Pernambuco, a imunização para idosos com 85 anos começou no dia 26 de janeiro.

No dia 27 de janeiro, Fortaleza, no Ceará, começou a vacinar idosos com 75 anos de idade, mediante cadastro prévio. Profissionais da saúde não estão na linha de frente da Covid-19 também já começaram a ser vacinados.

Em Manaus, Amazonas, que viveu a situação de colapso na saúde devido a pandemia, iniciou a imunização dos idosos com 80 anos no dia 29 de janeiro.

O Ministério da Saúde, em nota técnica, comunicou a continuidade da vacinação dos trabalhadores de saúde e optou por ampliar a população utilizando os critérios de riscos de agravamento, óbito pela Covid-19 e de vulnerabilidade social.

Trabalhadores de saúde continuam sendo prioridade

O secretário de Saúde, Florentino Neto, pontuou que as realidades dos municípios são distintas, assim como as redes assistenciais. “Há locais que já estão vacinando a atenção primária e já completaram a linha de frente da Covid-19, as UTIs, emergências e, com isso, a recomendação é continuar avançando em outras estratégias para proteção dos trabalhadores de saúde", afirmou.

"É importante priorizar aqueles que estão diretamente mobilizados na assistência aos pacientes da Covid-19 e planejar as outras áreas, de acordo com a disponibilidade das doses que estão sendo enviadas de forma gradativa pelo Ministério da Saúde", disse o secretário.

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) orientou que a segunda dose da vacina do Butantan deve ser feita com 28 dias e da Oxford/AstraZeneca com 12 semanas.

Duas doses da mesma vacina

De acordo com o superintendente de Atenção Básica, Herlon Guimarães, estudos técnico-científicos apontam sobre a importância de que seja aplicado o mesmo imunobiológico na primeira e segunda dose.

“O Piauí tem observado essa orientação ao fazer a opção de guardar a segunda dose na Rede de Frio para posterior distribuição. Por isso, de todas as remessas recebidas até agora no estado, é distribuída a quantidade necessária apenas para a primeira dose”, afirmou.

Casos de Covid-19 no Piauí

Os casos confirmados no estado somam 161.336 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 3.112 e foram registrados em 207 municípios. Até agora, morreram 1.823 homens e 1.289 mulheres.

A Sesapi estima que 157.757 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Campanha de vacinação

Até o momento, o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí, aponta que 42.503 pessoas já receberam a primeira dose da vacina no estado.

Os dados são atualizados a cada 15 minutos a partir da inserção de registros no sistema de informação da campanha pelos estabelecimentos de saúde.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.