Sexta, 17 de Setembro de 2021
28°

Pancada de chuva

Floriano - PI

Educação Educação

Jovens brasileiros são premiados em competição de robótica dos EUA

Vanessa Mendes e Bruno Toso se destacaram e receberam premiações de honra no evento

28/05/2021 às 02h05
Por: Carlos Borges Fonte: R7 - Alex Gonçalves, do R7*
Compartilhe:
Vanessa Mendes, 17 anos de SP - (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)
Vanessa Mendes, 17 anos de SP - (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Aluna vinda de escola pública, a estudante Vanessa Mendes, 17 anos, conquistou a premiação "First Dean's List Award" por desempenho social na FRC (First Robotics Competition) uma das competições mais importantes de robótica do mundo. 

“Foi como estagiária no Sesi/Senai que eu descobri a paixão por robótica”, lembra Vanessa que atualmente estuda no Senai em Campinas, interior de São Paulo.

A jovem estudante conta que a robótica foi um divisor de águas na sua vida e mudou a sua perspectiva para o futuro. “Quando eu olho para trás vejo que tinha uma visão pequena e sem oportunidades e com a experiência na competição de robótica pude conhecer novas histórias, entender mais sobre a área de programação”, avalia. “Eu amadureci e hoje consigo imaginar meu futuro trabalhando nesta área."

Vanessa se destacou como líder estudantil no campeonato e foi indicada na categoria "First Dean's List Award" por sua equipe. A jovem estudante desenvolveu junto com a comunidade local ações sociais e de conscientização através de eventos e campanhas. Por este motivo, Vanessa obteve alto desempenho, recebendo a premiação.

Para o mentor de Vanessa, Alex Payão, o objetivo deste tipo de evento é “alavancar os alunos do ensino médio para o mundo da robótica, desenvolvendo habilidades de programação, estratégias e pensamento lógico para a construção de um projeto”, comenta. “A ideia é transcender o conhecimento que o aluno já possui em sala de aula aplicando na prática”, explica.

Bruno Nunes Toso, 24 anos do RS
Bruno Nunes Toso, 24 anos do RS - (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

O estudante e mentor Bruno Nunes Toso, 24 anos, mora em Novo Hamburgo, no Rio Grando do Sul, e trabalha no colégio Marista Pio XII, onde foi aluno. “Meu primeiro contato com a robótica foi em 2011 quando eu estava no ensino médio”, diz. “Após quatro anos participando da equipe de robótica como aluno, me tornei professor e passei a realizar as mentorias dos projetos”.

Bruno recebeu, na FRC, a premiação Woodie Flowers que tem o nome na categoria em homenagem póstuma ao renomado engenheiro e professor americano Doutor Woodie Claude Flowers. "É uma satisfação enorme receber este prêmio até porque eu tive a honra de conhecer o Dr. Woddie pessoalmente, ele  foi uma grande inspiração para mim".

Atualmente, o estudante está no último ano do curso de engenharia de controle e automação na Unisinus (Universidade do Vale do Rio dos Sinos) do campus São Leopoldo no Rio Grande do Sul e atua em uma empresa que realiza venda de materiais para robótica educacional. Quanto a suas expectativas para o futuro o jovem mentor conta, que "provavelmente atuarei nas áreas de tecnologia e engenharia por conta da importância".

Sobre a robótica no Brasil Bruno explica, "Está crescendo muito nos últimos anos. Com os incentivos do Sesi e Senai as competições oferecem melhores estruturas e tecnologias". Hoje o maior desafio da robótica é a falta de incentivo fiscais que facilitariam a aquisição da matéria-prima. "A maior parte dos materiais utilizados são importados com custo elevados que inviabiliza que muitos outros jovens possam participar", conclui.

O evento

A FRC (First Robotics Competition) é uma competição anual de robótica internacional com foco em alunos do ensino médio técnico. A cada ano, times de alunos e mentores trabalham durante um período de aproximadamente 6 semanas para construir um robô capaz de participar das atividades propostas na competição.

Na última temporada realizada de 2020 participaram cerca de 4 mil equipes de 34 países. Foram mais de 90 mil estudantes e mais de 20 mil mentores que passaram pelo evento.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.