Sexta, 07 de Maio de 2021
89 99408-9358
Geral Piauí

Arborização e paisagismo nas cidades são temas de live do #ContaPraGente

A transmissão será nesta quarta-feira (5), às 13h30, no canal do YouTube da Universidade Estadual do Piauí. 

04/05/2021 09h30
Por: Carlos Eduardo Borges Fonte: Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A aluna Taíse dos Santos, do curso de Ciências Biológicas no campus de São Raimundo Nonato, e o aluno Railan Pereira, do curso de Ciências Biológicas no Campus Torquato Neto, contarão mais detalhes sobre projetos de pesquisa desenvolvidos por eles, nesta quarta-feira (5), às 13h30, em mais uma live do #ContaPraGente, no canal do YouTube da Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

 

A estudante Taíse irá detalhar o trabalho de conclusão de curso (TCC) sobre a diversidade florística e funcional-reprodutiva das espécies arbóreas-arbustivas utilizadas na ornamentação de praças em São Raimundo Nonato. O aluno Railan vai explicar melhor como está desenvolvendo um trabalho sobre melhoria paisagística das cidades por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic).

Arborização e paisagismo nas cidades é o tema da live desta quarta-feira. Durante a transmissão, os espectadores poderão interagir com os participantes por meio do chat ao vivo.

No artigo de Taíse dos Santos, publicado na revista [email protected] Plural da Universidade Estadual de Ponta Grossa, ela descreveu o estudo que realizou na cidade de São Raimundo Nonato. “Caracterizamos as áreas verdes urbanas (praças) do município de São Raimundo Nonato, quanto à composição florística e o serviço de polinização fornecido, comparando com ecossistema natural (caatinga), por meio de índices de diversidade funcional de atributos reprodutivos”, destacou a aluna.

O trabalho de Railan tem como foco a diversificação da qualidade de vida ambiental. Ele concentra o estudo na conscientização ambiental e paisagística, enfatizando que essa prática deve ser adotada desde a educação básica. “Os alunos devem perceber como a botânica está presente em tudo, tanto na sua casa como na escola, com isso ele poderá mudar e alterar o meio ambiente com um pensamento crítico. Isso o afeta e atinge também aos demais, dessa forma o estudo da botânica vai além da sala de aula”, pontuou o jovem estudante.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.